Este sítio utiliza cookies

Estes cookies são essenciais quer para melhorar as funcionalidades quer para melhorar a experiência de utilização do sítio ALEA.

        

(Responde até 30 de março de 2020)

 

Os problemas deste desafio baseiam-se numa notícia publicada no jornal Expresso de 8 de fevereiro de 2020.

Esta notícia apresenta informação relativa ao número de mulheres doutoradas e ao número de mulheres cientistas em Portugal.

 

Problema de Nível 1

Há mais de 10 anos que o número de mulheres doutoradas é superior ao dos homens.

No gráfico seguinte, é apresentada a evolução, em percentagem, das mulheres com doutoramento em Portugal de 1970 a 2015.

Questão 1:

De acordo com a informação do gráfico de linhas, diz, justificando a tua escolha, se as afirmações seguintes são verdadeiras ou falsas: 

(A) Em 2015, o número de mulheres com doutoramento foi superior ao número de homens com doutoramento. 

(B) De 2000 a 2015, a percentagem de mulheres com doutoramento aumentou sempre ao longo dos anos.

(C) Em 1970, o número de mulheres com doutoramento era menos de um quarto do número de homens com doutoramento. 

 

Questão 2:

 

Segundo o Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional de 2018, dos 96 123 investigadores em Portugal, cerca de 43% são mulheres. 

 

No gráfico ao lado, é apresentada a percentagem das mulheres cientistas por área de investigação científica, em Portugal.

 

2.1. Em que áreas as mulheres cientistas não estão em maioria?

2.2. Sabe-se que, do número total dos investigadores, 14 262 são cientistas na área das Ciências médicas e da saúde. Nesta área, qual é o número (aproximado) de mulheres cientistas? Justifica a tua resposta. 

 

Responder ao Nível 1

 

Problema de Nível 2

 

Segundo o Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional de 2018, dos 96 123 investigadores em Portugal, cerca de 43% são mulheres.

No gráfico seguinte, é apresentada informação sobre a percentagem de mulheres cientistas por local de emprego. Assim, dos cientistas a trabalhar no Estado Português, 61% são mulheres e 39% são homens.

*IPSFL – Instituições privadas sem fins lucrativos

*IPSFL – Instituições privadas sem fins lucrativos

Questão 1:

Atendendo aos dados apresentados no gráfico, qual das afirmações seguintes é necessariamente verdadeira?

(A) A maioria das mulheres cientistas trabalha no Estado.

(B) A maioria dos cientistas que trabalha no Estado são mulheres.

 

Questão 2:

Sabe-se que, do total de cientistas, 57 532 trabalham no Ensino Superior, 5501 trabalham no Estado e 679 trabalham em Instituições privadas sem fins lucrativos.

2.1. Quantos cientistas trabalham nas empresas? Justifica a tua resposta. 

2.2. Em que local de emprego o número de mulheres cientistas é o mais baixo? 

Justifica a tua resposta

2.3. Da lista com os nomes de todos os 96 123 cientistas, o computador selecionou, aleatoriamente, um nome de um cientista. Qual a probabilidade de ser mulher e trabalhar no Ensino Superior?

Apresente o resultado em percentagem, arredondado às unidades.

 

Responder ao Nível 2

 

 

 

Desafios



 

Os desafios do ALEA são problemas do dia a dia, baseados em notícias publicadas em órgãos de comunicação social, e destinam-se a alunos do Ensino Básico (questões de Nivel I) e Secundário (questões de Nível II).  

Os alunos que responderem corretamente ao problema proposto ficam habilitados a um prémio e diploma. O diploma e o prémio são enviados, por correio postal, para a Escola que o aluno premiado frequenta, com a indicação do seu nome, ano e turma a que pertence.

No final do ano letivo, será realizado um sorteio entre os alunos que responderam corretamente aos desafios propostos, para atribuição de um prémio especial!